Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008

Ascensão de Hitler ao poder

 

A Ascensão de Hitler ao poder

 

 

 

 

 

 

Hitler, em 1921, funda o Partido Operário Nacional-Socialista, que inicialmente desenvolve-se na Baviera. Cria então a organização paramilitar Secções de Assalto (S.A.). O putsch que tenta em Munique (Novembro de 1923) fracassa e leva à proibição do seu partido; confere-lhe no entanto, notoriedade nacional. Preso durante 9 meses, Hitler dita então a Minha Luta (Mein Kampf), escrito biográfico e político, onde desenvolve as ideias fundamentais do nacional-socialismo. Ao mesmo tempo, o número de deputados nacional-socialistas aumenta no Reichstag (Parlamento Alemão), Hitler apresenta-se à eleição presidencial contra o marechal Hindenburg (1932), mas é vencido. É apoiado, no entanto, por 230 deputados nazis eleitos nesse ano, e Hindenburg decide nomeá-lo chanceler, em Janeiro de 1933.

 

A «ordem nova»

 

            Num ano, Hitler impõe a ditadura nacional-socialista. A «ordem nova» instaurada na Alemanha assenta no espírito de desforra contra as potências ocidentais, na vontade de conquistar «espaço vital» necessário aos alemães, considerados como uma «raça superior», e no ódio ao marxismo e aos judeus. Hitler consegue chamar todas as classes da sociedade a um consenso nacionalista e chauvinista e obter a colaboração da grande burguesia industrial e financeira, à qual sacrifica as SA, que procuram tirar vantagens dos benefícios do poder e acabam massacradas na «Noite das Facas Longas» (Junho de 1934). Torna-se presidente do Reich, em 1934, assumindo todos os poderes na qualidade de Fuhrer.

  

 

Uma política de conquistas

 

            Hitler impõe às potências ocidentais uma série de actos de força, entre as quais a reocupação da Renânia (1936). Estribado na aliança com a Itália, anexa a Áustria, obriga os dirigentes ocidentais a assinar os acordos de Munique (1939) e invade a Polónia desencadeando assim a Segunda Guerra Mundial. Servido a por um estado-maior de bons estrategos, alcança rápidas vitórias contra a Polónia, a Noruega, a França e os Balcãs, e lança as suas tropas contra a URSS (1941). Controla então a maior parte da Europa, onde se organizam os campos de concentração e de extermínio. 

           

 

 

Bibliografia: Nova Enciclopédia Larousse, número 16, do Circulo de Leitores

 

 

 

Trabalho realizado por:

Bárbara Marques n.º6

                                                                                              Maria Campilho n.º20

Sara Paulino n.º27

publicado por historiaKLM às 10:31
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Teste - Da I República à...

. ...

. J.F.Kennedy

. Martin Lulher King

. Benito Mussolini

. Teste

. Biografia de Hitler

. Ascensão de Hitler ao pod...

. Preparação para o teste. ...

. Próximo teste - devo ser ...

.arquivos

. Novembro 2009

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds